A importância do café da manhã

post_ValorizeCafeManha

Patricia Davidson Haiat foi a primeira Nutricionista Funcional do Rio de Janeiro e uma das pioneiras no Brasil.
Patricia Davidson Haiat foi a primeira Nutricionista Funcional do Rio de Janeiro e uma das pioneiras no Brasil.

Na correria do dia a dia, qualquer motivo é suficiente para pular o café da manhã. Falta de apetite ao acordar, falta de tempo, preguiça… É preciso rever essa atitude, pois a primeira refeição do dia ajuda a dar energia ao corpo, fornecendo nutrientes importantes e evitando uma eventual compulsão alimentar no período da tarde.

Há um longo período de jejum entre a última e a primeira refeição. Ocorre que, durante seu período de sono, o organismo segue trabalhando para manter funções básicas – como respiração, frequência cardíaca, circulação – que precisam de energia para ser realizadas.

A regra não se aplica a todos, mas muitas pessoas necessitam receber energia assim que acordam para executar suas tarefas ao longo do dia com o melhor desempenho possível. E não é só isso: os tipos de alimentos ingeridos no café da manhã devem variar de acordo com as necessidades, rotina e objetivo individual.

Fique alerta: se você pula o café da manhã e fica com vontade de comer chocolate à tarde, o jejum pode estar atrapalhando seu emagrecimento. Procure um profissional para que analise seu caso e possa orientá-lo devidamente. Não brinque com sua saúde!